Piadas sobre manicómio

Maluco a primeiro ministro

No manicómio, dois malucos entram no gabinete do diretor do hospital, em evidente conflito. Pergunta o diretor:
- O que se passa?!

Diz um dos malucos:
- Eu sou o Primeiro Ministro!

Pescador maluco

Um maluco estava debruçado no muro das traseiras do manicómio que dava para um riacho, pergunta a um tipo que pescava:
- Já pescaste alguma coisa?

Maluco morre

Na sala de convívio do hospital psiquiátrico, diz um maluco para outro:
- O Jerónimo morreu.

Frio no manicómio

No manicómio, pergunta um maluco a outro:
- Porque é que penduraste o termómetro mais acima?

Maluco a ressonar

Numa cadeira de repouso da sala de convívio do manicómio, um maluco ressonava estrondosamente. A dada altura, há outro que se aproxima do que dormia e começa a mexer nos botões da camisa.

Maluco com sapatos novos

Num corredor do manicómio, um maluco cruza-se com outro e diz:
- O que é que tens, para andares aos ”esses” e a arrastar os pés!

Maluco a cortar o cabelo

No manicómio, pergunta um maluco a outro:
- Estás a cortar o cabelo?

Ver através das paredes

Num exame de rotina, o médico do manicómio pergunta a um dos seus pacientes:
- E então o que inventou desta vez?

As viagens na minha terra

No manicómio, pergunta um maluco a outro:
- Que livro estás a ler?
Responde o outro:
- É do Almeida Garret, ”As viagens na minha terra”.

Hoje vi Magalhães doutor o

No manicómio, diz um maluco para outro:
- Hoje, de manhã, vi Magalhães doutor o!

Páginas12345