Morte a Fidel

Numa aldeia do interior da Ilha de Cuba, um proprietário de um bar tinha um papagaio que, no que sabia dizer, havia uma frase que se destacava: “Morte a Fidel!”.

Um dia, um cliente do bar foi ter com o dono e disse-lhe que soube de fonte segura que a polícia política o visitaria muito em breve. Temendo o pior das consequências, o homem lembrou-se que o padre da paróquia também tinha um papagaio e, assim, resolveu ir falar com ele para encontrarem uma solução segura. O padre, então, propôs:
- Olha, meu filho, trocaremos os papagaios por uns tempos, mas depois terás de pensar melhor no assunto.

O homem concordou, agradeceu muito e as aves foram trocadas.

Dois dias mais tarde, três elementos da polícia entraram no bar e, um deles dirigiu-se imediatamente ao papagaio, provocando-o:
- Então, morte a Fidel?!

Responde o papagaio:
- Deus te ouça, meu filho, Deus te ouça!


Anedota enviada por Enesmarks

Ainda a rir? Então partilha com os teus amigos



Comentários