Vida de amargura

Um tipo desabafava com um amigo:
- Pois é como te digo. Quando eu estava solteiro, tinha uma vida de amargura. O meu maior desejo era conhecer alguém amável e livre para conversar e nos conhecermos mutuamente. Mais tarde, encontrei alguém e, dessa, aproximação, aconteceu uma declaração amorosa. Daí, ao ajuste de casamento foi um instante.

Interrompe o amigo:
- Então, parabéns! Correu tudo como desejavas!

O outro:
- Mas, escuta, ainda não acabei… Este casamento implicou também uma sogra e, havendo sogra, voltei à vida de amargura!


Anedota enviada por Enesmarks

Ainda a rir? Então partilha com os teus amigos



Comentários